Guarda, che città!


Venite a scoprire un lato nascosto del Portogallo!

Venha se aventurar por essa face desconhecida de Portugal!

 

Testi e foto di Francesca Brisotto

Lezioni informali di portoghese a cura degli studenti del Dipartimento di Lingue e Letterature Straniere dell’Università degli Studi di Milano.

Supervisione dei docenti Sheila Maués, Elisa Alberani e Susana Rocha Silva

 

Avete a disposizione un giorno solo e volete conoscere una città portoghese diversa dalle altre? Un posto moderno ma allo stesso tempo tradizionale?
Allora Guarda è la città giusta per voi!
Guarda è una piccola città dell’entroterra portoghese, conosciuta per essere la più alta del paese (1.056m!). Si trova in una zona del paese un po’ nascosta, ma non per questo meno importante.
Fu infatti una delle più grandi potenze del paese durante il Medioevo. Dopo essere stata occupata dagli arabi, fu riconquistata dai portoghesi e, a partire dal 1040, fu fortificata dal Re Dom Sancho I per fronteggiare nuovi attacchi. Perciò, anche se è conosciuta da pochi, grazie alla sua atmosfera medievale può essere considerata una delle più grandi bellezze del paese!

PERCHÉ ANDARCI?
Ciò che colpisce di più i turisti è vedere come la città di Guarda conservi in sé tutto il suo patrimonio storico, con le sue magnifiche fortezze e i suoi edifici antichi. Il granito è una delle caratteristiche della città, come potete vedere:

Però, pur conservando tutte queste antiche ricchezze, la città si apre anche al nuovo: potete infatti visitare alcuni quartieri moderni, come quello in cui si trovano il Teatro Municipal o la Biblioteca Eduardo Lourenço, e vedere molti graffiti, come quello del famoso serpente.

Ma non è solo questo contrasto che attrae i visitatori. Al di là di rappresentare un lato poco conosciuto del Portogallo, Guarda è una città meravigliosa anche per altri motivi:
• TRANQUILLITÀ
È una piccola città che si può visitare in un giorno solo, approfittando di una grande tranquillità e dei pochi turisti. È come viaggiare nel tempo…
• SPIAGGE FLUVIALI
Visto che Guarda si trova distante dall’oceano, è forse una cittadina più adatta a chi ama più la montagna del mare? Certamente! Ma se vi piacciono le spiagge, non preoccupatevi! Nello stesso distretto di Guarda, infatti, ci sono delle bellissime spiagge fluviali, come quella di Aldeia Viçosa. Consiglio: noleggiate un’auto, la vostra meta dista solo 20-25 minuti.
• CLIMA
Dato che stiamo parlando della città più alta del Portogallo, il clima è diverso da quello, ad esempio, di Lisbona, e la sua aria è tra le più pure e fresche del paese. Pensate che d’inverno la città spesso si ricopre di neve, sembra un presepe!
Tuttavia, la bellezza del posto non è data solo dai monumenti e dall’aria pura, ma anche dalle persone! Nella città regna un’atmosfera davvero accogliente. La gentilezza delle persone è incredibile: sono sempre disponibili a dare consigli e ad aiutarvi per qualunque cosa vi serva.

 

COSA MANGIARE
Ma insomma… non si può lasciare una città senza prima aver assaggiato i suoi piatti tipici, no? Non avete idea di cosa si possa mangiare qui? Vediamolo insieme!
Tutti parlano di bacalhau, sardinhas assadas, francesinhas. Ma Guarda è diversa anche in cucina!
Così come non si può andar via dalla costa portoghese senza aver provato almeno una volta il bacalhau, non si può andar via da qui senza aver mangiato la carne. Ci sono vari tipi di carne: maiale, agnello, insaccati, assados. C’è di tutto e di più! E non dimenticatevi del formaggio. Alla fine, siete in montagna… Non si può dire di no a tutti questi piatti così genuini!
Non siete ancora convinti? Allora dovete sapere che potete mangiare di tutto e di più a prezzi molto bassi! È uno dei vantaggi delle città poco turistiche…
Volete sapere quali sono i migliori ristoranti? I più consigliati sono il Belo Horizonte, il Bola de Prata e il Dom Garfo. Ma la cosa migliore che potete fare è chiedere alla gente del luogo, che vi indicherà senz’altro i posti più “saporiti” della città!

DOVE ALLOGGIARE
Guarda è una città molto economica, in tutto. Perciò, non preoccupatevi! Di sicuro troverete un posto per dormire spendendo poco.
Perfino gli hotel del centro hanno prezzi abbordabili. Solo per fare un esempio, al Guesthouse da Sé, che, come dice il nome, è proprio attaccato alla Sé, potete trovare camere a partire da 20 euro a notte.
Viaggio meraviglioso e portafoglio pieno… cosa volere di più?

COME ARRIVARE
Per chi ha ancora dei dubbi perché pensa sia una città difficile da raggiungere, buone notizie! Arrivarci non potrebbe essere più semplice!
Indirizzo della stazione dei treni:
Estação de comboios: Largo Primeiro de Dezembro, 6300-851 São Miguel da Guarda.
Ecco qui le indicazioni per arrivare a Guarda in treno dalle principali città del Portogallo:
Lisbona: prendete il treno diretto per Guarda (l’Intercidades), che parte dalla stazione Oriente di Lisbona.
Coimbra: prendete il regionale che parte da Coimbra e arriva in pochi minuti a Coimbra-B. Poi, dovete solo cambiare con un altro regionale o con l’Intercidades: entrambi portano a Guarda, ma l’Intercidades ci mette meno.
Porto: prendete l’Intercidades che parte dalla stazione di Porto Campanhã e arriva a Coimbra-B. Poi, per arrivare a Guarda, potete prendere il regionale o l’Intercidades.
Se volete potete anche viaggiare in autobus! Tutti gli autobus partono dallo stesso Terminal: troverete lì tutte le informazioni. Come avrete capito, le persone saranno sempre disponibili ad aiutarvi.
Indirizzo del Terminal:
Terminal Rodoviário da Guarda: R. António Sérgio TB, 6300-665 Guarda.
Non volete fermarvi al Portogallo? State pianificando un viaggio tra Portogallo e Spagna? Cosa state aspettando? Forza! Dovete fare una tappa a Guarda! La frontiera con la Spagna è così vicina che dalla Torre de Menagem (il punto più alto della città) si possono intravedere le prime case spagnole. Basta solo noleggiare un’auto, prendere l’autostrada A25, e sarete in Spagna in 30 minuti!

Se avete bisogno di informazioni su altri itinerari, potete consultare questi tre siti, che sono molto facili da utilizzare:
CP Portugal: www.cp.pt
Rede expressos: www.rede-expressos.pt
Flixbus: www.flixbus.pt
È chiaro che, se doveste avere più tempo, di sicuro varrebbe la pena fermarsi qualche altro giorno a Guarda, perdersi per le sue stradine di pietra, per i castelli medievali, le chiese, le graziose casette antiche… e conservare per tutta la vita questa bella esperienza!
Bene, sperando che questa breve guida vi abbia dato qualche suggerimento interessante per passare una giornata diversa… preparate le valigie, e buon viaggio!

 

 

TRADUZIONE IN PORTOGHESE

A Guarda aguarda por você!

Você tem só um dia e quer conhecer uma cidade portuguesa diferente das outras? Um lugar ao mesmo tempo moderno e cheio de tradições?
Então a Cidade da Guarda é o lugar para você!
A Guarda é uma pequena cidade do interior de Portugal, conhecida por ser “a mais alta” do país (1.056m!). Fica numa área um pouco escondida, mas não menos importante, do país.
Na verdade, foi uma das grandes forças do país durante a Idade Média. De facto, depois de ter sido ocupada pelos árabes, foi retomada pelos portugueses e, a partir de 1040, foi fortificada pelo Rei Dom Sancho I para fazer frente a novos ataques. Portanto, apesar de ser conhecida por poucos, graças ao seu ar de antiguidade pode ser considerada como uma das grandes belezas do país!

POR QUE IR?
O que mais surpreende os turistas é ver como a Cidade da Guarda “guarda” em si todo esse património histórico nas suas exuberantes fortificações e nos seus edifícios antigos. O granito é uma das grandes marcas da cidade, como podem ver:

Porém, apesar da cidade guardar todas essas antigas riquezas, ela também se abre para o novo: você pode aproveitar os bairros modernos, como o do Teatro Municipal ou o da Biblioteca Eduardo Lourenço, e de inúmeros graffitis, entre os quais a famosa serpente:

Mas não é só este interessante contraste que atrai tantos visitantes. Além de apresentar uma face desconhecida de Portugal, a Guarda é uma cidade maravilhosa também por outras razões:
• TRANQUILIDADE
Sendo pequena, pode-se fazer o roteiro da cidade num só dia, aproveitando de um fluxo turístico pequeno e de uma absoluta tranquilidade. É como viajar no tempo…
• PRAIAS FLUVIAIS
A cidade se encontra no interior e, portanto, não fica perto do oceano. Então, a Guarda pode ser um destino também para quem gosta mais da montanha do que do mar? Claro que sim! Mas, se quiserem ficar numa praia, não se preocupem! Bem pertinho, o distrito tem lindíssimas praias fluviais, como a de Aldeia Viçosa. Conselho: alugue um carro, pois são só 20-25 minutos de distância.
• CLIMA
Visto que estamos a falar da “mais alta” cidade de Portugal, o clima é diferente do de Lisboa, por exemplo. Tanto que a Guarda é conhecida por ter o ar mais puro e fresco do país. No inverno, imaginem, a cidade fica toda branquinha de neve! Um verdadeiro presépio!
Contudo, a beleza do lugar não é dada só pelos monumentos, pelo ar puro, mas também pelas pessoas! Na cidade reina uma atmosfera acolhedora incrível. A gentileza das pessoas é incrível: sempre irão ser disponíveis para dar dicas e para ajudar em tudo o que você necessitar.

 

O QUE COMER
Mas, gente… não se pode sair de uma cidade sem saborear os seus melhores pratos típicos, né? Não tem a mínima ideia do que pode comer aqui? Então, vamos lá!
Toda a gente fala de bacalhau, sardinhas assadas, francesinhas. Mas a Guarda é diferente também na cozinha!
Se não se pode sair do litoral sem provar o bacalhau, não se pode sair daqui sem comer a carne. Tem vários tipos de carne: porco, borrego, enchidos, assados. Tem de tudo e muito mais! E não se esqueça do queijo. Afinal, você está nas montanhas! É impossível recusar todos esses pratinhos genuínos.
Ainda não acha que vale a pena? Então, tem que saber que pode comer tudo a preços muito baixinhos! É uma das muitas vantagens das cidades desconhecidas pelos turistas…
Quer saber quais são os melhores restaurantes? Os mais recomendados são: o Belo Horizonte, o Bola de Prata e o Dom Garfo. Mas a melhor coisa a fazer é perguntar aos locais, que, sem dúvida, vão indicar os lugares mais “saborosos” da cidade!
ONDE SE HOSPEDAR
A Guarda é uma cidade onde tudo é muito barato. Por isso, não se preocupe! Com certeza, você vai encontrar um lugar econômico onde ficar.
Até os hotéis do centro têm preços acessíveis. Só para dar um exemplo, o Guesthouse da Sé, que fica bem pertinho da Sé, claro, pode custar 20 euros por noite.
Viagem lindíssima e carteira cheia… o que mais você poderia querer?

COMO CHEGAR
Para quem ainda está com dúvidas, porque acha que é difícil chegar à cidade, boas notícias! Entrar na cidade não podia ser mais fácil!
Endereço da estação de comboios:
Estação de comboios: Largo Primeiro de Dezembro, 6300-851 São Miguel da Guarda.
Aqui estão as indicações para a Guarda, partindo das maiores cidades de Portugal, e indo de comboio:
Lisboa: apanhe o comboio direto para a Guarda (o Intercidades), que parte da estação Oriente de Lisboa.
Coimbra: apanhe o regional que parte de Coimbra e vai para Coimbra-B (são poucos minutos). Depois, é só apanhar outro regional ou o Intercidades: ambos chegam à Guarda, mas o Intercidades é mais rápido.
Porto: apanhe o Intercidades que parte da estação de Porto Campanhã e chega a Coimbra-B. Depois, para chegar à Guarda, pode apanhar ou o regional ou o Intercidades.
Se você quiser viajar de autocarro, pode! Todos os autocarros partem do mesmo Terminal: pode encontrar todas as informações lá. Como já sabe, as pessoas vão estar super disponíveis a ajudar.
Endereço do Terminal:
Terminal Rodoviário da Guarda: R. António Sérgio TB, 6300-665 Guarda.
Mas… você não quer se limitar a Portugal? Você está planejando uma viagem entre a Portugal e Espanha? Está à espera do que? Bora lá! Tem que dar um pulo à Guarda! A fronteira da Espanha fica tão perto que da Torre de Menagem (o ponto mais alto da cidade) se podem entrever as primeiras casinhas espanholas. É só alugar um carrinho, tomar a autoestrada A25, e, em 30 minutos, já está na Espanha!

Se você necessitar de informações sobre outros roteiros, pode consultar estes três sites, que são fáceis de utilizar:
CP Portugal: www.cp.pt
Rede expressos: www.rede-expressos.pt
Flixbus: www.flixbus.pt
É claro que, se você tiver mais tempo, com certeza vale a pena ficar mais de um dia, deixar-se perder pelas estreitas ruas de pedras, castelos medievais, igrejas, graciosas casinhas antigas… e guardar para toda a vida essa bela experiência!
Enfim, esperando que esse breve guia tenha dado algumas sugestões interessantes para passar um dia diferente… prepare as malas e boa viagem!

Precedente Pensionato, very local!
Questo è l'argomento più recente.