Proverbi internazionali


Molti paesi condividono gli stessi modi di dire popolari per sostenere, in sintesi, profonde verità. Cina e Portogallo non fanno eccezione!

Testi di Liyu Zhang

 

Lezioni informali di portoghese a cura degli studenti del Dipartimento di Lingue e Letterature Straniere dell’Università degli Studi di Milano, con la supervisione dei docenti Elisa Alberani e Susana Rocha Silva

 

PORTOGHESE

Ocidente e Oriente na sabedoria popular

China e Portugal podem encontrar muitas semelhanças culturais nos provérbios populares. Mesmo com maneiras de dizer diferentes, estes expressam uma filosofia de vida consistente.
Estes sete provérbios são os meus favoritos:

1. Quem ri por último, ri melhor

Este é um provérbio internacional e muitos países têm frases semelhantes a esta. Diz-se que foi escrito pela primeira vez no poema da fábula do poeta francês Jean-Pierre de Floria “Les deux paysans et le nuage”. O provérbio chinês correspondente é literalmente traduzido por:
谁笑到最后,谁笑得最好

Ele adverte as pessoas para que não fiquem demasiado orgulhosas com o sucesso ou superioridade temporários, porque só a vitória final é verdadeira vitória.

2. Diz-me com quem andas e eu dir-te-ei quem és

Existe um provérbio semelhante chinês:

欲观其人,观其左右
(yu guan qi ren, guan qi zuo you)

O seu sentido é de que se você quiser conhecer uma pessoa, você tem de observar as pessoas em seu redor e as pessoas que frequenta.

3. A pressa é inimiga da perfeição

Existe um provérbio semelhante chinês:

欲速则不达
(yu su ze bu da)

O seu sentido é de que a precipitação não é sinónimo de velocidade; de que é preciso andar antes de correr. Na China há também outro provérbio relacionado com este:

慢工出细活
(man gong chu xi huo)

Este significa que não se pode fazer um produto perfeito apressadamente, um pouco como outro provérbio português “Depressa e bem há pouco quem”.

4. Não faças aos outros o que não queres que te façam

Para este provérbio, a correspondência chinesa é também traduzida literalmente:

己所不欲勿施于人
(ji suo bu yu,wu shi yu ren)

Significa: não impor aos outros coisas que não queremos suportar. A frase chinesa original é uma das mais famosas palavras de Confúcio, um filósofo e pensador chinês, e esta frase foi um fundamento do confucionismo: quando pedes aos outros que façam algo, antes de mais nada tens de estar disposto a fazer isso também. Confúcio estava com isto a dizer às pessoas que tivessem uma mente ampla: se não quiseres fazer algo e o empurrares para os outros, isso não só destruirá a relação com os outros, como também tornará a situação um impasse e irreparável. E a observância deste princípio nas relações interpessoais é uma manifestação de respeito pelos outros e de igualdade. O confucionismo acredita que além de prestar atenção à nossa própria existência devemos prestar atenção à vida dos outros: a identidade ou status social das pessoas pode ser diferente, mas não há diferença na essência humana.
De facto, nos últimos dois mil anos o confucionismo influenciou gerações de chineses, e este é meu provérbio favorito.

5. Cada qual com os seus iguais

Há um provérbio similar em chinês:

物以类聚,人以群分
(wu yi lei ju,ren yi qun feng)

Significa que coisas do mesmo tipo são frequentemente coletadas juntas e pessoas com os mesmos ideais e interesses encontram-se sempre.

6. Junta-te aos bons e serás um deles

Há um provérbio similar em chinês:

近朱者赤近墨者黑
(jin zhu zhe chi,jin mo zhe hei)

朱(zhu) é cinábrio e 墨 (mo) é tinta. Fica-se vermelho quando nos aproximamos do cinábrio; fica-se preto quando chegamos perto da tinta. Esta frase é uma metáfora: estar perto de pessoas boas pode melhorar uma pessoa, estar perto de pessoas ruins pode piorar a pessoa.
Como no segundo provérbio, também aqui é relatado que o ambiente tem um grande impacto nas pessoas.

7. Homem de bem tem palavra de rei

Há um provérbio similar em chinês:

君子一言,驷马难追
(jun zi yi yan,si ma nan zhui)

Significa: as palavras de uma pessoa nobre são difíceis de alcançar mesmo com uma carruagem de quatro cavalos. Na China, pessoas nobres são pessoas de palavra e usamos “君子” (jun zi) para descrever pessoas nobres; em Portugal usamos “reis” para descrever pessoas confiáveis.

Como já dito, estes sete provérbios são os meus favoritos, porque mostram que a China e
Portugal têm muito em comum no que concerne a sabedoria da vida.
Occidente e Oriente nella saggezza popolare

ITALIANO

Occidente e Oriente nella saggezza popolare

La Cina e il Portogallo possono trovare molte affinità culturali nei proverbi popolari.
Anche se attraverso modi di dire diversi, questi esprimono una filosofia di vita coesa.
Questi sette proverbi sono i miei preferiti:

1. Quem ri por último, ri melhor

Questo è un proverbio internazionale e molti paesi hanno frasi simili a questa. Si dice che fu scritto per la prima volta nella poesia della favola “Les deux paysans et le nuage” del poeta francese Jean-Pierre de Florian.
Il proverbio cinese corrispondente è letteralmente tradotto in:
谁笑到最后,谁笑得最好

Questo avverte le persone a non essere eccessivamente orgogliosi per il successo o superiorità temporanei, perché solo la vittoria finale è la vera vittoria.

2. Diz-me com quem andas e eu dir-te-ei quem és

C’è un proverbio simile in cinese:

与观其人,观其左右
(yu guan qi ren, guan qi zuo you)

Il suo senso è che se vuoi conoscere una persona, devi osservare le persone intorno ad essa e le persone che frequenta.

3. A pressa é inimiga da perfeição

C’è un proverbio simile in cinese:

欲速则不达
(yu su ze bu da)

Il suo senso è che essere precipitosi non significa essere veloci; che bisogna camminare prima di correre. In Cina c’è anche un altro proverbio connesso a questo:

慢工出细活
(man gong chu xi huo)

Questo significa che non si può realizzare qualcosa in modo perfetto se lo si fa frettolosamente, un po’ come l’altro proverbio portoghese “Depressa e bem há pouco quem”.

4. Não faças aos outros o que não queres que te façam

Per questo proverbio, la corrispondenza cinese è anche tradotta letteralmente:

己所不欲,勿施于人
(ji suo bu yu,wu shi yu ren)

Significa non imporre agli altri quello che non vogliamo subire. La frase originale cinese è uno dei famosi detti di Confucio, filosofo e pensatore cinese, e questa frase è stata sempre un caposaldo del confucianesimo: quando chiedi agli altri di fare qualcosa, innanzitutto devi essere disposto a farlo anche tu. Confucio stava dicendo alla gente di avere una mente aperta: se qualcosa non vuoi farlo neanche tu, ma spingi gli altri a farlo, questo non solo distruggerà il rapporto con gli altri, ma creerà anche una situazione di stallo e irrimediabile. E l’osservanza di questo principio nelle relazioni interpersonali è una manifestazione del rispetto degli altri e dell’uguaglianza. Il confucianesimo crede che oltre a fare attenzione alla propria esistenza, dobbiamo fare attenzione all’esistenza degli altri: l’identità o status sociale delle persone potrebbe essere diverso, ma non c’è differenza nell’essenza umana.
Di fatto, negli ultimi duemila anni, il confucianesimo ha influenzato generazioni di cinesi, e questo è il mio proverbio preferito.

5. Cada qual com os seus iguais

C’è un proverbio simile in cinese:

物以类聚,人以群分
(wu yi lei ju,ren yi qun feng)

Significa che le cose dello stesso tipo vengono spesso raccolte insieme e le persone con stessi ideali e interessi si incontrano sempre.

6. Junta-te aos bons e serás um deles

C’è un proverbio simile in cinese:

近朱者赤近墨者黑
(jin zhu zhe chi,jin mo zhe hei).

朱(zhu) è il cinabro e 墨(mo) è l’inchiostro. Si diventa rossi quando ci si avvicina al cinabro; si diventa neri quando ci si avvicina all’inchiostro. Questa frase è una metafora: essere vicino a gente brava può renderci migliori; essere vicino a cattive persone può renderci peggiori.
Come nel secondo proverbio, anche qui si trasmette il messaggio che l’ambiente ha un grande impatto sulle persone.

7. Homem de bem tem palavra de rei

C’è un proverbio simile in cinese:

君子一言,驷马难追
(jun zi yi yan,si ma nan zhui)

Significa: le parole di una persona nobile sono difficili da raggiungere anche con carrozza da
quattro cavalli. In Cina, una persona nobile è una persona di parola e usiamo “君子” (jun zi) per descrivere le persone nobili; in Portogallo usiamo “re” per descrivere le persone affidabili.

Come detto prima, questi sette proverbi sono i miei preferiti, perché dimostrano che la Cina e il Portogallo hanno molto in comune per quello che riguarda la saggezza della vita.

Immagine:
Pormenor do Templo de A-Má, Macau
Dettaglio del Tempio di A-Má, Macau

 

 

Precedente Caffè, caffè!
Prossimo Sulla linea dell'equatore